26 de outubro de 2009

Festas populares de Lisboa e a Sardinha!



Hoje vou escrever sobre a maior festa portuguesa com certeza, que é na passagem de 12 para 13 de junho. Nossa, quanto tempo ele demorou em escrever esse post! Demorei somente alguns meses, mas a grande questão é absorver tudo que vi e principalmente experimentei da gastronomia. Isto tudo para conseguir transmitir o que representa o dia de Santo Antônio e as Sardinhas assadas na brasa.

Tudo tem início ainda no mês de Maio, pois a cidade de Lisboa tem uma grande programação de vai de Maio à Setembro, com o grande dia 12 de junho coroando as festividades. A programação tem Cinema, Teatro, Música, Gastronomia, muitas atividades ao ar livre e praticamente todas gratuitas, ou seja, um banho cultural proporcionado para os lisboetas e seus visitantes.

As festas se espalham por todos os bairros de Lisboa, mas a maior festa está localizada em Alfama (curiosamente onde moro, nada é por acaso, isso que dá estudar antes de se mudar hehehe). No final de Maio os moradores da Alfama começam a decorar todo o bairro, com luzes e umas fitas que transpassam entre as casas e os prédios, formando um imenso corredor colorido e iluminado.

Nas ruas da Alfama são instaladas em cada canto uma barraquinha que vende Imperial (o chope português) e outras barraquinhas de comida. Nos largos são instalados restaurantes que vendem de tudo, entremeadas de porco, pão com prego, bifanas, chouriço, mas principalmente a sardinha assada na brasa.

No dia 12 de Junho ocorre o desfile das Marchas Populares. Estas são grupos de até 50 pessoas que representam o seu bairro e desfilam vestidos com roupas que os identificam com o bairro de origem e dançam uma música específica de cada bairro e outra comum a todos. As Marchas Populares acontecem na Avenida Liberdade (uma das mais importantes de Lisboa), onde cada bairro desfila numa espécie de carnaval. Este desfile tem um júri que escolhe o vencedor, este ano quem venceu foi a Alfama junto com o Marcha do Castelo. Posso dizer com toda a certeza do mundo que uma das maiores experiência que pude ter em Lisboa foram as festas de Santo Antônio.

No dia 12 de junho a Alfama chegou a receber mais de um milhão de pessoas nas suas ruas, uma loucura, não se conseguia caminhar, pois éramos levados pela multidão que tomou conta das ruas, becos e vielas do bairro.

A festa começa pela manhã do dia 12 e termina por volta das 7h do dia 13 de Junho. As famílias vão para frente de suas casas com churrasqueiras, muitas destas improvisadas para assar as famosas sardinhas, a cidade inteira fica cheirando a sardinha assada, uma loucura total. Certamente depois do Rio Grande do Sul, Lisboa é quem mais consome carvão no mundo. Fica uma névoa de fumaça por todos os lados.

A sardinha é deixada em bacias com salmoura e são assadas com cabeça e tudo dentro. As sardinhas têm por volta de 15 a 20 cm. Nossa! É uma delícia, um verdadeiro manjar dos deuses.

Não vou mais me aprofundar, pois quando regressar ao Brasil terei o prazer de descrever a todos essa magnífica experiência.

Uma ótima semana a todos!!!

Um comentário:

Marina disse...

Ai que saudades das Festas de Lisboa!!! Bem que podia ter um outro Santo pra gente comemorar...hihi.
Beijos