16 de outubro de 2009

Caracóis – Uma mania Portuguesa!

O Marido Sanduíche adverte: Esta postagem é para quem tem estômago e paladar!

Algumas coisas na vida podem parecer estranhas ou até mesmo repugnantes, mas como nunca digo não a novidades, no último verão experimentei um dos petiscos mais apreciados pelos portugueses: os caracóis. Vocês devem estar imaginando o que são caracóis, se alguém lembrou de caramujos que você via no jardim de sua avó, pode ter certeza que é esses mesmo. Muitos chamam de lesmas, mas prefiro chamar de caracóis como aqui é denominado este petisco. No começo do verão pode-se notar em praticamente todos os restaurantes, tascas e pastelarias placas com um desenho de um caracol com o seguinte disser: “Há caracóis”.

Começamos a achar estranho, ficar curiosos, o que seriam aquelas placas? Resolvemos perguntar a um português o que seria os caracóis. Houve toda uma explicação gastronômica referente a este bichinho estranho. Mas nunca caia na asneira de perguntar a um lisboeta se ele gosta de caracóis, pois ele se ofenderá e responderá incisivamente que gosta sim e muito! Você corre o risco de ouvir um sermão de um lisboeta pela pergunta proferida.

Bom, certo dia eu e Marina combinamos com duas amigas de irmos experimentar os caracóis. Era uma idéia fixa, praticamente uma obsessão comer os caracóis, pois não poderíamos nos sentir verdadeiros lisboetas se não tivéssemos experimentado esta iguaria portuguesa. Chegamos a um restaurante sentamos, nos olhamos, tomamos coragem e pedimos um pires de caracóis, para nossa surpresa já havia acabado os caracóis daquele dia, houve um desânimo geral naquele instante. Nos olhamos e dissemos, não podemos desistir agora. Levantamos e rumamos até o próximo restaurante, perguntamos antes de entrar ao garçom que ali estava, se haviam caracóis, ele subitamente disse: claro que sim. Procuramos uma mesa sentamos e pedimos um pires que pode parecer pouco, mas na verdade são servidos cerca de 100 caracóis. Para acompanhar pedimos Imperiais (o chope português). Quando chegou o pires com os caracóis ficamos apreensivos, mas sem refutar puxei a responsabilidade para mim e peguei um caracol, olhei para ele e vi que eles vinham com olhinhos e anteninhas, já suando as mãos de nervoso coloquei na boca e mastiguei, hum, hum, hum, uma delícia, muito saboroso!!!!!



Ainda bem que resolvemos experimentar, pois é uma delícia, e foi consenso de todos na mesa. Agora já estava completa minha estadia em Portugal, me sentia um lisboeta por completo. Uma das coisas que tenho aprendido aqui é que devemos estar abertos culturalmente para novas experiências, eu sei que já havia dito isso, mas reforço, pois considero fundamental esta questão.

Segundo uma fonte que pesquisei na internet são consumidos cerca de 42 mil toneladas de caracóis em Portugal. Para quem tiver paciência e quiser catar caracóis nos jardins e depois executar a receita, recomendo hahahaha! Mas para que vocês possam imaginar melhor o sabor coloco a receita dos caracóis.

Um ótimo final de semana.

Ingredientes:

1,5 kg de caracóis pequenos

2 colheres de sopa de azeite

3 dentes de alho

1 cebola

1 folha de louro

1 ramo de óregão

sal

pimenta

piripiri

Confecção:

Leve os caracóis ao lume numa panela de água (dois ou três dedos acima dos caracóis).
Junte o azeite, os alhos, a cebola cortada em quartos, o louro, os orégãos e tempere com sal, pimenta e piripiri.
A fervura deve ser suave e longa (cerca de 2 horas) e a espuma retirada de vez em quando.
Conserve-os no líquido da cozedura até a altura de servir.
Sirva quente em pratinhos com um pouco de caldo.

Fonte: http://www.gastronomias.com/receitas/rec0929.htm


2 comentários:

Marina disse...

Que delícia os caracóis!!!!
Pena que já acabou a época!
Te amo comendo caracóis!

Glenda Dimuro disse...

A Marineide comendo caracolessss??? Não ficou com meda das anteninhas???